Fotografia Contemplativa Avançada - online

R$175,00

A partir de julho/2016

Curso de Fotografia Contemplativa avançada (para quem fez o básico ou tem conhecimentos do tema) à distância (EAD), com 10h/aula.

Requisito: ter feito o básico ou já praticar

Vantagens: você faz onde estiver, no seu tempo

Como funciona: Ao se inscrever você receberá videos, textos e exercícios, e vamos acompanhar e ver cada etapa, e você só vai para o exercício seguinte se entender o anterior

Quando as cores se encontram...A Fotografia Contemplativa é mais que fotografia, é uma prática ligada à meditação e também uma técnica que pode abrir a visão e até mesmo melhorar a qualidade de vida! A Fotografia Contemplativa, pode ser entendida como um estado mental aberto, curioso, sem julgamento, concentrado em apenas ver. Antes de uma técnica de fotografia é uma forma de ver o mundo e de viver. É a experiência visual direta, não conceitual, ou seja, a pura percepção. É uma prática ligada à meditação que, buscando ver a realidade sem pré-conceitos, fórmulas, definições, ansiedades, objetivos, apenas ver, visa trazer nossa visão para o presente, para o dia-a-dia, para o real, abrindo nossos olhos e permitindo ver o “novo” no cotidiano, ver beleza e criar arte. A proposta é trazer a arte para a vida cotidiana, e a vida cotidiana para a arte, entendendo que as boas imagens não estão no raro e no inusitado, ou no diferente, mas em tudo. Mas nossos olhos da razão (olhar conceitual) não enxergam isso. Os do coração, da percepção, dos sentidos, sim (percepção)! 

O Curso Avançado é pensado para quem já conhece e entende a Fotografia Contemplativa, pratica, e agora quer aprimorar seus conhecimentos e até mesmo começar a ensinar outras pessoas. 

>> INSCRIÇÕES: Para fazer sua inscrição clique aqui!

Conteúdo:

  • Reflexão sobre a Fotografia Contemplativa (FC);
  • FC e a meditação;
  • FC e qualidade de vida;
  • FC como prática, como estilo de vida e como método;
  • Exercícios avançados;
  • Vista de fotos do aluno e discussão.

Ao contrário dos demais tipos de fotografia, a Fotografia Contemplativa não pode ser definida pelo seu resultado. Ou seja, ao olhar uma fotografia nunca podemos dizer se é ou não Fotografia Contemplativa. É preciso saber como foi feita. Se foi feita como uma prática contemplativa, com o uso da percepção, e não de conceitos, ela será uma Fotografia Contemplativa. Essa prática coloca a fotografia presente em nosso dia-a-dia e busca mostrar a riqueza e beleza do cotidiano, normalmente ocultos pela visão conceitual, bem como nos reconectar à nossa própria percepção. Se busca ter "o bom olho", ou seja, ver com clareza e frescor, clicar com o coração, notar os milagres do dia-a-dia que normalmente passam despercebidos. É um conceito de fotografia muito diferente, onde o importante é o fazer, e não o resultado.

"A Fotografia Contemplativa é, acima de tudo, ter a percepção aberta, sair do automático, e apreciar o mundo. Esta prática se origina em ensinamentos budistas e de meditação, mas não é uma prática religiosa, apenas uma nova forma de ver o mundo. " - Yuri Bittar

"Eu gostei muito do curso, como já falei outras vezes. Não tenho grandes dúvidas, pois, no meu caso, a fotografia contemplativa já estava em mim rsrs eu só não sabia detalhes. Conforme o curso foi sendo apresentado eu fui me identificando bastante. Mas eu não tenho a didática, não sou boa para ensinar rsrsrs. Neste caso, vou praticar e pretendo ensinar para os mais próximos mesmo" (Daniela Silva - Brasil)

Em caso de dúvidas escreva ou telefone para: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

Yuri: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. -  WhatsApp: 11 99219-4567.

Siga-me: 
Facebook | Twitter | Blog Fotoideia | Grupo Fotocultura

Sobre o Professor:

Yuri Bittar, criador da Fotocultura, é fotógrafo desde 1998. Já atuou em revistas e eventos, e hoje desenvolve projetos autorais com Fotografia de Rua e Fotografia Miksang, eventos e projetos culturais. Ensina fotografia desde 2008, em escolas, universidades e cursos independentes. Já teve suas fotos publicadas em diversas revistas e jornais, teve uma exposição individual e participou de diversas coletivas. É ainda designer (Mack) historiador(USP) e mestre em ensino(UNIFESP), e pesquisador na área do ensino em saúde.

"Acredito que a fotografia pode e deve estar presente no dia-a-dia, como trabalho, como expressão artística e como registro, e ainda como oportunidade para o relacionamento humano, para conhecimento e auto-conhecimento."

Mais sobre Yuri: www.yuribittar.com

Exemplos:

in red

 Miksang

 Vibrant Colors in my mind

  Dishes

  Fechado

  Miksang em JP

  Miksang na Pompéia, 02/02/2013

   São Paulo, junho de 2014